15 outubro 2010

Tankas, Hai-kais &

Debruçado no meu parapeito
Assisto a sumidades discutirem
O infinito e seu conceito
  • Ilustração para uma ousadia poética em meu sketchbook. O desenho foi feito com nanquim, lápis preto e tinta para gravuras à base de água aplicada com um rolo de borracha. O artista não seguiu nenhum modelo real (risos obvios!).


Nenhum comentário:

Postar um comentário